Turismo de Portugal vence na categoria setor público no Índice da Excelência 2020

O Turismo de Portugal ficou no primeiro lugar do Índice da Excelência 2020, destacando-se no setor público «pelo seu clima corporativo e como uma organização de excelência no panorama nacional». A entidade conquistou, também, o 8º lugar das Grandes Empresas, passando agora a integrar o Top 10 deste ranking.

Na análise global, o nível de excelência atingido pelo Instituto Público «foi de 75,6 (em 100 pontos possíveis), dois pontos acima do resultado do benchmark para as grandes empresas (73,4 pontos)», refere a entidade publica em comunicado.

Das quatro dimensões da excelência definidas por este estudo – dinâmica organizacional, práticas, clima e gestão das pessoas – o Turismo de Portugal alcançou «a maior pontuação nas práticas de gestão (92,1), “engagement” (82,4), taxa de participação (80,1) e satisfação (65,3)».

O comunicado avança que «o Turismo de Portugal evoluiu significativamente nos últimos cinco anos, em todas as dimensões analisadas», sendo que, na última vez que participou neste estudo, em 2016, «os resultados situaram-se nos 57,1 em práticas de gestão (92,1 em 2020) 69,3 de engagement (82,4 em 2020), 54,2 de satisfação (65,3 em 2020) e 32,5 de taxa de participação (80,1 em 2020)».

«Este prémio é um reconhecimento ao trabalho de excelência de cada colaborador do Turismo de Portugal nesta missão coletiva de liderar o turismo do futuro e uma responsabilidade enorme para o futuro da organização», refere Luís Araújo, Presidente do Turismo de Portugal, «numa fase de grande necessidade por parte de todos os que fazem este setor. O Turismo de Portugal reafirma o seu compromisso de continuar a trabalhar para a retoma deste que é um dos principais motores da economia nacional».





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...