Há lugares no mundo que todos deviamos conhecer antes de morrer. Sabe quais são?

O mundo está repleto de lugares incríveis e extraordinários. Aqui deixamos alguns desses locais maravilhosos que merecem uma visita.

Chefchaouen, a Cidade Azul do Marrocos, apesar de não ter acesso ao mar, lembra um oceano azul infinito, escondido aos pés das montanhas de Rife. A cidade foi fundada em 1471, quando Chefchaouen funcionava como uma fortaleza dos mouros para fugas da Espanha. Com o tempo, a cidade recebeu judeus e cristãos que viviam juntamente com os berberes.

O deserto de sal do Salar de Uyuni, Bolívia

Um deserto de sal quase infinito que se converte num dos maiores espelhos do mundo quando coberto de água. Cobrindo uma área similar ao tamanho das Bahamas, o Salar de Uyuni foi criado quando o pré-histórico Lago Minchín secou, deixando poças e salinas. Mais depósitos de sal vieram das montanhas ao redor, já que não havia saída para o mar. Assim, o Salar de Uyuni chega aos dias de hoje como uma das experiências de viagem mais incríveis. Durante a temporada de chuvas (dezembro a abril), uma fina camada de água transforma as salinas num imenso lago.

Campos de arroz de Sapa, Vietname

Encostas com campos de arrozais, florestas densas de bambu e montanhas imersas nas nuvens tornam Sapa uma das mais incríveis atrações turísticas do Vietname. Entre junho e julho, os campos de arroz chegam ao ápice, e pode ver-se uma variedade de nuances de verde; já entre setembro e outubro, os campos exibem lindos tons de dourado em contraste com o verde das encostas.

Doze Apóstolos, Austrália

Cruze a estrada Great Ocean Road desde Melbourne e, depois de quatro horas de viagem, chegue até uma das paisagens mais famosas da Austrália: os Doze Apóstolos, as formações rochosas que nascem do Oceano Austral. Os apóstolos surgiram graças a um longo e constante processo de erosão de falésias calcárias: o selvagem Oceano Austral (ou Antártico) e os fortes ventos retorceram o calcário, deixando cavernas nos rochedos. Essas rochas acabaram tornando-se arcos que, ao caírem, fizeram nascer as pilhas de pedras isoladas com até 45 metros de altura.

Capadócia, Turquia

A apenas uma hora de distância da grande cidade anatoliana de Kayseri, este  antigo reino existiu durante mais de 3500 anos e atualmente as suas incomparáveis habitações trogloditas e pedras vulcânicas em formato fálico (outrora conhecidas como “Chaminés de fada“) deixam milhões de visitantes estupefatos.

Ler Mais



<
loading...
// Newsletter before author box publisher_show_newsletter_location( 'post_before_author', array( 'custom-data' => array( 'style-type' => 'wide' ), 'show-error' => false, ) ); // Push-notification message publisher_print_push_notification_widget( 'post-bottom' ); // Before author box ads publisher_show_ad_location( 'post_before_author_box', array( 'container-class' => 'better-ads-post-before-author' ) ); // Author box if ( publisher_get_option( 'post_author_box' ) == 'show' ) { publisher_get_view( 'post', '_author' ); } // Newsletter before nex/prev publisher_show_newsletter_location( 'post_before_nextprev', array( 'custom-data' => array( 'style-type' => 'wide' ), 'show-error' => false, ) ); // Next/Prev posts link if ( publisher_get_option( 'post_next_prev' ) !== 'hide' ) { publisher_get_view( 'post', '_next_prev_post' ); } ?>
Comentários
Loading...