Há um país onde não se pode comercializar ou comer pastilha elástica

Em 1992, o Governo de Singapura considerou ilegal a venda ou a importação de pastilhas elásticas no país porque as pessoas não deitavam as pastilhas no lixo, fazendo com que as autoridades tivessem de pagar somas elevadas para manter as ruas limpas.

A medida serviu também para evitar os danos que as pastilhas elásticas poderiam causar no sistema de metro do país. Havia o receio de que os sensores das portas ficassem cobertos de pastilha ou que os bancos deste meio de transporte ficassem estragados.

Curiosidade: Hoje não há pastilhas elásticas à venda em Singapura. Pelo menos aquelas a que estamos habituados, pois as únicas pastilhas que se vendem neste país são as que se destinam à higiene dentária ou de nicotina para quem está a deixar de fumar. De acordo com a lei publicada em 2004, além de serem apenas vendidas em farmácias, para as adquirir é necessário dar o nome e mostrar um documento de identificação.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...