Vacinação covid-19: Cerca de 440 mil pessoas não responderam à mensagem de convocatória

A task-force de vacinação contra a Covid-19, em conjunto com os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) já enviou até ao momento mais de 1,71 milhões de SMS para agendamento da vacinação, constatando-se que aproximadamente 440 mil pessoas não responderam às convocatórias.

Os dados foram enviados pela task-force à Multinews. Segundo o organismo, “até às 18:00 de 13 de maio, tinham sido enviadas mais de 1,71 milhões de SMS de agendamento. Destes, cerca de 72,1% disseram SIM e 2,2% disseram NÃO ao agendamento proposto”.

Traduzindo as percentagens para números, isto significa que cerca de 1,23 milhões de portugueses responderam que sim à SMS de agendamento e cerca de 37 mil disseram que não.

“Será, contudo, de sublinhar que a não aceitação do agendamento não significa uma recusa de vacinação. Esta resposta pode ser causada por diversos motivos, como indisponibilidade na data proposta, pretendendo o utente uma data alternativa”, ressalva a task-force à Multinews.

Entre aqueles que disseram que sim e que não, sobram cerca de 25,7% que não responderam de todo à proposta de agendamento, o que corresponde a aproximadamente 440 mil pessoas.

O organismo adiantou ainda na mesma resposta, que relativamente à funcionalidade do auto-agendamento, até ao momento já foram submetidos 343.400 pedidos por parte dos portugueses.

A plataforma, recorde-se, entrou em vigor a 23 de abril, primeiramente para os maiores de 65 anos, o grupo que na altura era prioritário na vacinação, mas vai sendo alargada às diferentes faixas etárias, conforme o processo avança.

Ontem a task-force anunciou que o auto-agendamento para a vacina contra a covid-19 já estava disponível a todas as pessoas com mais de 55 anos de idade.

“Tendo em conta o bom ritmo a que tem decorrido a vacinação contra a covid-19, informa-se que está disponível, desde o dia de hoje, a possibilidade de auto-agendamento para idades iguais ou superiores a 55 anos”, referiu a o organismo num comunicado enviado às redações.

A medida de alargamento da idade surge apenas quatro dias depois de se ter aberto no domingo a marcação para maiores de 60 anos, numa evolução que traduz o período de intensificação da vacinação. Segundo o calendário da ‘task force’, as vacinações para esta nova faixa etária só deverão começar a partir do próximo dia 24 de maio.

Ler Mais




Notícias relacionadas
Comentários
Loading...