Revolta com preços dos combustíveis. Vêm aí mais dois dias de ‘greve’ ao abastecimento

Durante todo o dia de hoje e de amanhã está agendada uma ‘greve’ ao abastecimento, um pouco por todo o país contra o aumento dos preços dos combustíveis. A iniciativa teve origem num grupo criado no Facebook.

“Se estás contra estes preços dos combustíveis participa neste grupo e nas greves aos combustíveis!” é o apelo dos administradores, para que os portugueses não abasteçam em dias específicos, neste caso 28 e 29 de outubro.

A mesma ação já aconteceu nos passados dias 22 e 23 deste mesmo mês e é um reflexo de muitos outros protestos que têm acontecido um pouco por todo o país, das mais diversas formas.

Por exemplo, na semana passada realizou-se um buzinão na Ponte 25 de Abril, que se repetiu ontem em todo o país, com protestos no viaduto do Pragal e no Barreiro.

Também nesse semana tiveram lugar duas manifestações com concentração na Rotunda do Saldanha, em Lisboa, e na na Avenida dos Aliados, na cidade do Porto.

Esta semana os preços dos combustíveis não sofreram alterações, mas nos últimos tempos a tendência tem sido de aumentos acentuados e desde o início do ano, segundo dados da DGEG, a gasolina subiu cerca de 30 cêntimos por litro enquanto o gasóleo valorizou 26 cêntimos.

A escalada do preço dos combustíveis tem motivado preocupação e alertas nos mais diversos setores da economia portuguesa, da metalurgia e metalomecânica ao transporte de passageiros e de mercadorias e da agricultura à distribuição, pedreiras, madeira e mobiliário.

Atualmente a viver um período com os preços do gasóleo e gasolina a bater recordes, Portugal viu, pela primeira vez, o custo de venda ao público de um combustível ultrapassar a barreira dos dois euros por litro em alguns postos de abastecimento das áreas de serviço nas autoestradas.

Ler Mais


Comentários
Loading...