Novo ‘McDonald’s’ russo não começa da melhor forma: pães com mofo e pernas de insetos servidos aos clientes

Não tem corrido bem o arranque dos novos restaurantes McDonald’s na Rússia, agora conhecidos como Vkusno & Tochka, ou “Saboroso e pronto”: em alguns dos 50 restaurantes abertos em Moscovo e arredores em junho último, foram servidos o pão dos hambúrgueres com mofo, segundo denunciou esta terça-feira Knesia Sobchak, celebridade popular da televisão e a política feminina mais proeminente da oposição russa – foram ainda encontradas “pernas de inseto” nos hambúrgueres.

“Vkusno & Tochka vende hambúrgueres com mofo”, postou Sobchak na rede social ‘Telegram’, acrescentando: “Parece que eles não honram os padrões do McDonald’s, pelo menos em termos de controlo de qualidade do produto. Hoje foram registados pelo menos três casos de hambúrgueres com pães com mofo vendidos aos clientes.”

Outras queixas da nova rede de fast food russa são a falta de carne em cheeseburgers e molhos de queijo com prazo de validade vencido. Os clientes também protestaram que as batatas fritas são “tristes” em comparação com as verdadeiras do McDonald’s, que estava na Rússia – então na URSS – desde 1990.

O CEO da Vkusno & Tochka, Oleg Paroev, disse que todos os 850 ex-restaurantes do McDonald’s serão abertos até setembro com o novo nome.

A decisão do McDonald’s de sair do país decorreu quando outros gigantes americanos de alimentos e bebidas, incluindo Coca-Cola, Pepsi e Starbucks, fecharam as operações da Rússia devido às sanções ocidentais. Quando o McDonald’s vendeu os seus 700 restaurantes, os principais executivos da nova rede prometeram que os clientes teriam uma melhor experiência gastronômica.



Comentários
Loading...