Como prevenir o choque térmico na praia

Os dias começam a estar bons para ir à praia, mas no que diz respeito ao mar, é preciso ter alguns cuidados. Um deles é a possibilidade de choque térmico, um problema por vezes ignorados.

Em praias com águas muito frias, um mergulho imediato para a água, sem uma habituação prévia à temperatura, pode até levar à morte.

O médico Ryan Stanton esclareve que qualquer temperatura abaixo da temperatura do nosso corpo pode causar um choque térmico. Um dos problemas é a possibilidade de engolir água involuntariamente no salto para água, o que pode causar pânico e resultar num afogamento. O pânico pode também desencadear um ataque cardíaco.

A nível cardíaco, explica Stanton, o problema que pode ocorrer é o corpo começar a “bombear adrenalina, o que altera a pressão das veias para o coração. Por outro lado, as vítimas podem experienciar arritmia, um problema crescente pela falta de conhecimento do mesmo”.

Basta um minuto para ocorrer um ataque de pânico, dez minutos para que a água fria impeça o bom funcionamento dos músculos e uma hora para desenvolver uma hipotermia.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...