Asteróide com o dobro do tamanho do Empire State Building passa hoje pela Terra – saiba como pode observá-lo

O asteróide (7482) 1994 PC1 vai passar esta terça-feira à noite pelo planeta Terra a uma distância segura e pode ser visto por telescópios. A rocha espacial tem 1,1 quilómetros de largura – sensivelmente o dobro do tamanho do Empire State Building -, aproxima-se a 76 mil km/hora e é acompanhada pelos cientistas desde 1994, tendo sido considerada “potencialmente perigosa” pela NASA.

A classificação “potencialmente perigoso”, recorde-se, é estabelecida pela NASA para designar os asteróides que passam próximos da Terra e que possuem um tamanho grande o suficiente para causar danos significativos no caso de um impacto, como tal tem sido monitorizado pelos cientistas, que estudaram em detalhe a sua rota.

Esta terça-feira, o (7482) 1994 PC1 fará a sua maior aproximação à Terra dos últimos 200 anos, sendo que a distância é segura para não provocar danos, garante a Agência Espacial norte-americana. A pedra espacial vai passar a 1,9 milhões de quilómetros da Terra, ou seja, o equivalente a cinco viagens entre o planeta e a Lua. A boa notícia é que poderá ser observado, não a olho nu, mas com telescópios. Segundo os cientistas, o asteróide vai surgir como um pequeno ponto de luz no céu e ainda será visível na madrugada de 19 de janeiro.

O site ‘Eyes’ da NASA vai oferecer visualizações para rastrear o 7482 (1994 PC1), tal como o ‘Virtual Telescope Project’, com sede em Roma, também vai sediar uma transmissão ao vivo para os astrónomos.

Este será a distância mais próxima que o asteróide esteve da Terra desde 1933, quando estava a apenas 699 mil milhas de distância. É uma oportunidade única na vida, pois não vai chegar tão perto da Terra até 2105.

Ler Mais


Comentários
Loading...