Ucrânia: Forças russas “não conseguem lidar com a imprevisibilidade” das tropas ucranianas, garante responsável militar

A Ucrânia tem confiado nos seus líderes alistados para frustrar os planos de Moscovo para a invasão e forçar a reduzir as suas ambições devido às perdas pesadas e progresso limitado, revelou o sargento-chefe da Força Aérea da Ucrânia, que atribuiu a eficácia desses suboficiais – tropas que subiram nas fileiras alistadas, mas não foram comissionadas como oficiais – a um processo de treino que foi reformulado após a invasão da Crimeia pela Rússia em 2014 para enfatizar a liderança e a capacidade de pensar e agir de forma independente.

“Acredito que o corpo de sargentos desempenha um papel importante neste sucesso”, considerou Kostiantyn Stanislavchuk durante a Cimeira Internacional de Líderes Alistados Sénior, organizado pela Força Aérea dos Estados Unidos em Washington DC. “As ações de pequenas unidades do exército são geridas pelos nossos comandantes juniores.”

“Os sargentos das forças armadas, sem esperar por instruções superiores, tomaram a iniciativa” de realizar “operações pequenas e independentes” e agir “de forma independente e engenhosa”, sublinhou Stanislavchuk. “Dessa forma, as forças de defesa são comparativamente diferentes do inimigo, onde os generais são forçados a levantar pessoalmente os seus subordinados para atacar.”

A dependência da Rússia de generais para a tomada de decisões no campo de batalha foi rapidamente identificada como uma deficiência na Ucrânia. A morte de vários oficiais russos de alto escalão foi atribuída à necessidade de estarem próximos das linhas de frente, além de lapsos operacionais que os tornaram vulneráveis.

Stanislavchuk comparou a abordagem da Ucrânia aos suboficiais com a dos russos, que, segundo ele, “aderem à abordagem soviética”, na qual “o indivíduo não desempenha qualquer papel”. “Os russos não conseguem lidar com a imprevisibilidade dos ucranianos”, disse o responsável militar, acrescentando que os russos “agem de acordo com um plano, seguem a carta da ordem” e os “seus comandantes e suboficiais carecem de iniciativa inteligente”.



Comentários
Loading...