‘Google russo’: Maior empresa de tecnologia prepara-se para abandonar operações no país devido à guerra na Ucrânia

Putin arrisca perder a maior empresa tecnológica do país, a Yandex, conhecida como o ‘Google russo’, o motor de busca mais utilizado na Rússia, e responsável pela criação e desenvolvimento de várias apps de sucesso.

De acordo com o New York Times, a empresa-mãe Yandex N.V., responsável pela criação de várias aplicações móveis e serviços de internet amplamente utilizados na Rússia, teme um impacto negativo da invasão à Ucrânia na imagem e nos negócios do grupo, sedeado nos Países Baixos.

A saída da maior tecnológica do país seria um golpe na estratégia de Putin de encontrar uma solução para a torrente de empresas e negócios que abandonaram o país, especialmente no setor da tecnologia, no seguimento das sanções do Ocidente: desenvolver internamente substitutos.

A Yandex N.V. disse que a direção-executiva tinha “dado início a um processo estratégico para rever as opções de restruturação da propriedade e gestão das ações do grupo [na Rússia], à luz do ambiente geopolítico atualmente vivido”.

Entre as possíveis respostas encontradas pela empresa está o desenvolvimento de algumas divisões internas na empresa, que seriam “independentes da Rússia” e mudar “a propriedade e controlo de todos os outros negócios no grupo Yandex”, para fora de mãos russas. O processo “está em fase preliminar”, adianta o ‘gigante’ tecnológico.

Entre os negócios e desenvolvimento de tecnologias topo de gama que seriam transferidos para outros países estão, para além dos serviços de motor de busca, carros autoconduzidos, serviços de ‘cloud’ e Inteligência Artificial. As fontes próximas da empresa ouvidas relatam que é essencial o acesso a mercados Ocidentais, especialistas e tecnologia importada, e que tudo isso não é viável enquanto a guerra dura na Ucrânia, e as sanções, vindas de todo o mundo, tomam efeitos.

A empresa precisa, no entanto, de aprovação do Kremlin para transferir as licenças tecnológicas adquiridas, para fora do país. Também os acionistas da Yandex teriam de dar ‘luz verde’ à restruturação do grupo.

A Yandex russa é um ‘gigante’ signo de Silicon Valley, tendo chegado a ter escritórios em Palo Alto, na Califórnia, EUA. Emprega mais de 18 mil pessoas e estava avaliada em mais de 31 mi milhões de euros. No entanto, após a invasão russa à Ucrânia, viu uma debandada de empregados e a empresa desvalorizou em bolsa, perdendo mais de 20 mil milhões em pouco tempo.

Ler Mais



loading...
Notícias relacionadas