Seul lança táxi voador, a alternativa para evitar engarrafamentos

Embora não seja um carro capaz de se tornar numa aeronave, o veículo pode ser considerado um táxi: é um meio de transporte público que transporta pessoas de um lugar para o outro.

Com pequenas diferenças: trata-se de um veículo autónomo (não tripulado) elétrico com capacidade máxima para dois ocupantes e capaz de atingir uma velocidade máxima de 130 km/h.

A EHang, empresa chinesa fundada em 2014, acabou de dar um passo rumo ao seu objetivo em transformar os seus táxis voadores numa solução de mobilidade aérea mundial: o AAV (Veículo Aéreo Autónomo) EHang 216 obteve autorização especial para sobrevoar Seul, no dia 11 de novembro, durante o Open the Urban Sky.

Um prelúdio do que irá acontecer nas próximas semanas em que o táxi voador continuará a ser testado não só em Seul, mas também em várias zonas da Coreia do Sul.

O veículo foi adquirido pela Seoul Metropolitan Corporation e a sua compra faz parte do Projeto de Mobilidade Aérea Coreana (K-UAM) assinado pelo Governo em junho de 2020. “O táxi aéreo é um sonho da humanidade para os transportes e o governo de Seul irá esforçar-se para garantir que os seus cidadãos possam voar com segurança pela cidade ”, afirmou Seo Jeong-hyup, presidente da câmara municipal de Seul.

O objetivo do município de Seul é o de ter um serviço regular de táxi aéreo em 2023 para o transporte de pessoas, bem como para outras utilizações, como transporte de encomendas ou para emergências.



Notícias relacionadas
Comentários
Loading...