Mazda MX-30 recebe classificação máxima Euro NCAP

O novo Mazda MX-30, o primeiro modelo 100% elétrico da marca, acaba de se ver distinguido com a avaliação máxima de 5 estrelas por parte da Euro NCAP, um resultado obtido no âmbito da mais recente bateria de testes desta entidade, alcançando scores de 91% e de 87% nos domínios da proteção de adultos e de crianças, respetivamente.

Relativamente ao registo de 91%, trata-se da melhor Proteção de Ocupantes Adultos entre todos os veículos testados no presente ano, segundo as ainda mais rigorosas regras de avaliação Euro NCAP 2020.

O Mazda MX-30 alcançou pontuações de relevo nos testes de impacto lateral, bem como notas muito elevadas em termos de desempenho nos testes de colisão frontais e laterais, com simulação de crianças de 6 e de 10 anos de idade.

O MX-30 é o primeiro Mazda de sempre a alcançar uma avaliação global de 5 estrelas segundo as novas e mais rigorosas regras de avaliação Euro NCAP 2020, as quais levaram à introdução de novos testes, que permitem observar, avaliar e registar os progressos efectuados ao nível da proteção de ocupantes e em termos da melhoria da proteção contra os impactos decorrentes de acidentes, inerentes às mais avançadas tecnologias de assistência à condução.

O novo elétrico da Mazda junta-se, assim, ao grupo de modelos da marca – CX-5 (2017), Mazda6 (2018), Mazda3 e CX-30 (ambos em 2019) – que conquistaram 5 estrelas da Euro NCAP.

O Mazda MX-30 obteve um desempenho impressionante em todas as 4 categorias de testes Euro NCAP: Ocupantes Adultos: 91%; Ocupantes Crianças: 87%; Utilizadores Vulneráveis das Estradas (segurança de peões): 68%; e Sistemas de Assistência e Segurança: 73%.

A classificação final obtida decorre de 3 factores-chave: a adoção da mais recente Skyactiv-Vehicle Architecture, que integra uma carroçaria de elevada rigidez, com elevada capacidade de absorção de impactos, mas simultaneamente leve; o amplo leque de avançadas tecnologias de segurança i-Activsense, que ajudam os condutores a identificar riscos potenciais e reduzir a probabilidade de danos ou lesões; e os elevados padrões de performance na proteção de peões.

Um destaque deste pequeno familiar 100% elétrico surge ao nível do design, fruto da adoção de portas Freestyle, numa ligação patrimonial ao Mazda RX-8 de 2003, elemento que, no entanto, não resulta em qualquer impacto negativo ao nível da segurança.

De facto, a “análise dos elementos deformados no teste de impacto frontal desfasado revelou que a estrutura do MX-30 não representava um risco elevado para os ocupantes na eventual colisão frontal desfasada com outro veículo”, referiram os responsáveis pelo teste.

“Tanto no teste de barreira lateral, representando uma colisão provocada por outro veículo, quanto no impacto lateral mais severo com um poste, a proteção de todas as áreas críticas da carroçaria revelou-se muito boa, tendo o modelo somado pontuações máximas em ambos os testes”.



Notícias relacionadas
Comentários
Loading...