Mudança ISV: Híbridos podem ficar 9 mil euros mais caros

Segundo a mesma publicação, o desconto de 60% nas tabelas do Imposto Sobre Veículos (ISV), só é aplicável aos híbridos tradicionais se a sua autonomia em modo elétrico estiver acima de 50 quilómetros, sendo que para além disso também as emissões devem estar abaixo de 50 gramas de CO2 (dióxido de carbono) por quilómetro.

O mesmo acontece com os híbridos plug-in, com a diferença que a autonomia aumenta de 25 para 50 quilómetros.

Esta simulação, na qual se mostram subidas de mais de 8.800 euros, ou seja, cerca de 11%, nos preços dos veículos foi realizada pela PricewaterhouseCoopers (PwC) a pedido do mesmo jornal.

Segundo a empresa, um híbrido plug-in de gama alta com 2.995 centímetros cúbicos (cc) de cilindrada, uma autonomia de 47 quilómetros e emissões de 61 gramas de CO2 por quilómetro, deixa de custar 77,5 mil euros, para cerca de 86,4 mil euros euros.

A subida é efetivamente acentuada uma vez que se traduz na quadruplicação do valor do ISV, bem como do IVA, ou seja, o primeiro aumenta quase 7,2 mil euros e o segundo cerca de 1.650 euros, com uma subida final de cerca de 8.840 euros (mais 11,4%), conclui o jornal.



Notícias relacionadas
Comentários
Loading...