Covid-19: “Só tenho más notícias.” Saúde na Hungria à beira do colapso

A estrutura da Saúde na Hungria está à beira do colapso. Os números de infetados crescem exponencialmente e os hospitais vão ficar sobrelotados dentro de duas semanas. O alerta foi deixado por Viktor Orbán, primeiro-ministro do país.

“Só tenho más notícias”, anunciou Orbán em vídeo publicado no Facebook. “Estamos a enfrentar as duas semanas mais difíceis desde o início da pandemia. O número de infeções está a aumentar drasticamente e continuará a crescer, devido às novas estirpes”, admitiu.

Hoje, a Hungria registou 4.385 novas infeções, o maior número deste ano. O Governo prorrogou hoje de manhã o confinamento até 15 de março.

As próximas duas semanas serão “excecionalmente difíceis”, avisou o Executivo, através de um comunicado, no qual pediu ainda aos cidadãos para serem otimistas, porque “o ritmo da vacinação vai acelerar com a vacina chinesa Sinopharm”.

Orbán vai receber a dose da farmacêutica chinesa na próxima semana, como refere o canal Euronews.

A Hungria, que tem uma população de cerca de 10 milhões, registou 414.514 casos e 14.672 mortes por covid-19 desde o início da pandemia. Até agora foram vacinadas mais de 500.000 pessoas.

Ler Mais




Notícias relacionadas
Comentários
Loading...