Covid-19: Número de vacinados no Reino Unido baixou um terço. Alerta vermelho em Downing Street

O número de doses administradas por dia contra a covid-19 no Reino Unido recuou mais de um terço, face à semana passada. O Governo de Boris Johnson culpa as farmacêuticas, que diminuíram “de repente o fornecimento”, situação agravada pelo facto de Downing Street estar a reservar milhões de vacinas para serem administradas a todos aqueles que já receberam a primeira dose, como esclarece o Guardian.

Os dados mais recentes mostram que “192.341 pessoas receberam a primeira dose na segunda-feira, o segundo menor registo de vacinados num dia desde 17 de janeiro. No total, 17,9 milhões já receberam a vacina contra a covid-19”. O total de vacinados nos últimos dois dias está 35% abaixo dos números diários da semana passada.

Matt Hancock, ministro da Saúde de Boris Johnson, esclareceu hoje, durante uma entrevista a uma rádio britânica, que esta vai ser “uma semana menos movimentada” nas ações de vacinação devido à “pressão que as farmacêuticas estão a sofrer para atender vários Estados ao mesmo tempo” e prometeu que, “no próximo mês, a vacinação no Reino Unido volta com força”.

Nicola Sturgeon, a primeira-ministra da Escócia, também avisou durante uma conferência de imprensa que houve um “recuo temporário do número de vacinados” no seu país.

Boris Johnson anunciou esta semana que pretende levantar todas as retrições relativas à pandemia, até ao dia 21 de junho, o que segundo as suas palavras depende da “diminuição do número de infetados e do sucesso do plano de vacinação” , ou seja, do cumprimento da meta de vacinar 30 milhões de pessoas até ao fim de março, meados de abril, a que o Primeiro-ministro britânico se propôs.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...