UE-Turquia: Caso “sofagate” está “a tirar o sono” a Charles Michel. Mas ninguém o viu ou ouviu pedir desculpa

Charles Michel, Presidente do Conselho Europeu, admitiu ontem, numa entrevista ao jornal alemão Handelsblatt, que o caso “sofagate” o deixou “sem sono”. “Se voltasse atrás corrigia a situação”, acrescentou.

“Não reagi na altura, pois tive medo de desencadear um incidente diplomático ainda mais grave”, confessou o Presidente do Conselho Europeu.

Na reunião realizada com o Presidente turco, o islâmico Recep Tayyip Erdogan, Ursula von der Leyen teve de sentar-se num sofá lateral, enquanto Charles Michel foi colocado no centro, ao lado do Presidente turco, um episódio que já é conhecido nas redes sociais como “sofagate” e que suscitou muitas críticas a Erdogan e ao dirigente político da União Europeia. Pode ver aqui o sucedido.

Mais tarde, Michel defendeu-se no Facebook. “As poucas imagens que vieram a público deram a impressão de que fui insensível a esta situação, o que não é verdade. O que aconteceu não obedece aos meus princípios”, escreveu.

Michel garantiu ainda nesta publicação que tanto ele como Ursula von der Leyen preferiram fechar os olhos ao incidente e focar-se na discussão sobre os direitos das mulheres, mote da reunião com Erdogan.

Ler Mais




Notícias relacionadas
Comentários
Loading...