Reino Unido não informou UE sobre quase 200 crimes de homicídio e violação. Há vidas em risco

As condenações de 109 homicidas, 81 violadores e um homem sentenciado pelos dois crimes nos tribunais do Reino Unido não foram reveladas aos Governos da UE em tempo oportuno devido a uma falha informática, encoberta pelas autoridades britânicas, como revela uma investigação realizada pelo Guardian.

O escândalo “envolve um grande número de cidadãos detentores com dupla nacionalidade que, por este motivo raramente são deportados, mesmo depois de sentenciados pelos crimes mais graves”, indica o jornal. Esta omissão “deixa os Estados-membros da União ‘às cegas’, sem saber se algum criminoso que cometeu delitos graves entrou no seu território, colocando as vidas de cidadãos do bloco em risco”, como reconhecem especialistas contactados pelo diário britânico.

Estes casos mais graves destacam-se entre um total de 112.490 condenações criminais que não foram notificadas pelo Reino Unido à UE durante oito anos. Até ao dia 15 de fevereiro, a polícia britânica enviou aos 27 apenas  81.706 das mais de 110.000 notificações perdidas.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...