Imigração: Tribunal do Texas tenta impedir a revogação das deportações que Trump impôs

Joe Biden revogou a política de “tolerância zero” da era Trump, que trouxe milhares de separações de famílias na fronteira dos EUA com o México. Porém, um tribunal do Texas bloqueou a moratória de 100 dias que o novo Presidente impôs às deportações, segundo o diário The Guardian.

O juiz estadual Drew Tipton assinou uma ordem de restrição temporária solicitada pelo Estado do Texas, depois de, na sexta-feira passada, um memorando do Departamento de Segurança Interna dar indicações às agências de imigração para travarem as deportações durante 100 dias, conforme fora ordenado por Biden.

Tipton justificou a sua decisão afirmando que a Administração Biden falhou “em fornecer qualquer fundamento concreto e razoável para uma pausa de 100 dias nas deportações”. A ordem do juiz representa uma vitória para os líderes republicanos do Texas que chegaram a propor várias ações em Tribunal para impedir a concretização de políticas de Barack Obama.

O procurador-geral dos EUA em exercício, Monty Wilkinson, emitiu um novo memorando, dirigido aos procuradores de todo o país, avisando que a nova Administração voltaria à política anterior em matéria de migração.

Citado pelo jornal britânico, Wilkinson lembrou que os princípios do Departamento de Justiça “exigem que as decisões sobre a instauração de acusações criminais,  neste caso de passagem ilegal da fronteira, envolvam não apenas a determinação de que um crime federal foi cometido e as respetivas provas, mas também outros fatores, incluindo circunstâncias pessoais e antecedentes criminais, gravidade da ofensa ou outras consequências que resultariam de uma condenação”.





Notícias relacionadas
Comentários
Loading...