Quanto ganha (afinal) um polícia em Portugal?

Numa altura em que os polícias se têm manifestado contra os salários baixos, falta de subsídio de risco e de outros benefícios que consideram essenciais no desempenho da sua função, importa perceber quanto ganham estes profissionais e se o salário varia em função da força de segurança para a qual trabalham.

Segundo o ‘JN’, que comparou os salários de um agente principal da PSP, um guarda principal da GNR e um inspetor da PJ, o guarda principal é aquele que leva menos dinheiro para casa.

Este profissional da GNR tem um ordenado base de 995 euros brutos, mais um suplemento por serviço nas forças de segurança de 240 euros e mais 59 euros por patrulha. A estes valores soma-se um suplemento de escala de 154 euros, o que dá um total de 1449 euros, que ainda sofrem descontos.

Depois, adianta o jornal, um agente principal da PSP tem um ordenado-base de 1201 euros, mais suplementos de patrulha (59 euros), por serviço nas forças de segurança (240 euros) e de turno (154 euros). No total são 1655 euros, que também, são alvo de descontos.

Por último e no patamar mais elevado está um inspetor da PJ, que recebe um total de 2215 euros ilíquidos por mês. Este valor representa a soma de um ordenado-base de 1716 euros, de um suplemento de piquete que ronda os 70 euros e de um subsídio de risco (que é reclamado pela GNR e PSP) de 429 euros.





Comentários
Loading...