Vendas da Jaguar Land Rover descem “a pique” no segundo trimestre. A culpa é da escassez dos semicondutores

A fabricante automóvel Jaguar Land Rover (JLR) alertou hoje para o facto de as vendas no segundo trimestre estarem 50% abaixo do que era previsto. A culpa, segundo a empresa, é da escassez dos semicondutores.

“É cada vez mais difícil prever o futuro, com esta falta de chips. Acreditamos que esta crise pode ir para lá do final deste ano, pelo que só esperamos que esta questão esteja resolvida dentro de 12 ou 18 meses”, defendeu a JLR, através de um comunicado.

Depois desta notícia, as ações da Tata Motors, a empresa da mãe da JLR,  caíram 10% no mercado bolsista indiano.

A falta de chips está a tirar dinheiro e o sono aos gestores do setor automóvel. No primeiro semestre, a SAIC Motor, o maior fabricante chinês deixou de produzir cerca de 500.000 veículos.

Outros players do mercado como a Nissan Motor Co., a Hyundai Motor Co. e a Volkswagen AG, preveem que as vendas este verão sejam “péssimas”.

O fenómeno da escassez de chips para a produção automóvel começou em dezembro e tem persistido até aos dias de hoje.

Em Portugal, a falta de semicondutores obrigou a fábrica de Palmela da Autoeuropa foi obrigada a interromper a produção entre os dias 18 e 30 de junho e entre os dias 3 e 4 de julho.

Ler Mais




Comentários
Loading...