Ucrânia: ‘Senhora Morte’ de Putin é a primeira mulher coronel morta após ataque de mísseis

A primeira oficial feminina da Rússia foi morta durante os intensos combates na Ucrânia – a tenente-coronel Olga ‘Kursa’ Kachura, 52, morreu instantaneamente depois de um míssil ucraniano ter atingido o seu carro na cidade de Horlivka, na região de Donetsk, na Ucrânia. Foi também a 97ª baixa entre coronéis russos desde o início da invasão.

Mãe de dois filhos, a ‘Senhora Morte’ recebeu a honra póstuma de ‘Herói da Rússia’ por Vladimir Putin, a mais alta condecoração do Kremlin, que publicou o texto do decreto presidencial esta quinta-feira: “A coronel Olga Sergeyevna Kachura recebeu o título de Herói da Federação Russa (postumamente) pela coragem e heroísmo no cumprimento do dever militar.”

Olga Kachura era coronel das forças russas a República Popular de Donetsk e comandava uma divisão de artilharia acusada de bombardear civis. Denis Pushylin, chefe da República Popular de Donetsk, destacou a condecoração: “O presidente Vladimir Putin assinou um decreto para promover a coronel Olga Kachura ao título póstumo de ‘Herói da Rússia’ em reconhecimento da sua coragem e heroísmo no desempenho do seu dever militar. O seu serviço militar destemido merece ser lembrado e passado para a posteridade.”



Comentários
Loading...