Ucrânia: “Rússia já usou 60% do stock de armas de alta precisão”, avançam serviços de inteligência ucranianos

Segundo os serviços de inteligência da Ucrânia, a Rússia já terá usado cerca de 60% do seu stock de armas de alta precisão, noticiou esta quarta-feira o ‘Kyiv Independent’.

“Se falarmos de armas de alta precisão, cerca de 60% do stock já foi usado. Em outros itens, ainda mais, talvez 70%”, explicou o representante dos serviços de inteligência do Ministério da Defesa da Ucrânia, Vadym Skibitsky, que realçou que a Rússia não pode reabastecer as suas reservas rapidamente.

“Segundo os nossos dados, vemos mudanças e entendemos que o recurso de armas de alta precisão está ao nível da fronteira”, esclareceu. Skibitsky está convencido de que a Rússia atualmente não tem capacidade para restaurar rapidamente os stocks gastos de armas de alta precisão. Devido às sanções económicas ocidentais, a indústria russa não consegue obter o número necessário de componentes importados para equipar mísseis de alta precisão.

O responsável garantiu que no início dos bombardeamentos, a Rússia foi “caótica” mas agora a situação mudou. “Eles mudaram as táticas. Se antes dois ou quatro mísseis foram usados ​​no objetivo, agora o objetivo é claramente escolhido, o alvo é atingido por entre 8 e 12 mísseis de formato diferente. Mísseis balísticos ou de cruzeiro, terrestres, marítimos, aéreos, para estar pronto para atingir esse alvo”, finalizou Skibitsky.



Comentários
Loading...