Ucrânia: Conversações de paz entre Zelensky e Putin são “impossíveis”: “Negociaremos com outro presidente da Rússia”, refere líder ucraniano

Volodymyr Zelensky assinou um decreto no qual formalmente torna “impossível” a possibilidade de qualquer conversa de paz com Vladimir Putin, embora tenha deixado a porta aberta para conversações de paz com a Rússia.

“A Ucrânia não negociará com a Rússia enquanto Putin for o presidente da Federação Russa. Negociaremos com o novo presidente”, apontou Zelensky, logo após o Kremlin formalizar a anexação de quatro territórios ucranianos, numa medida que Kiev e os seus aliados ocidentais denunciaram como uma farsa ilegítima.

“Ele [Putin] não sabe o que é dignidade e honestidade. Portanto, estamos prontos para um diálogo com a Rússia, mas com outro presidente da Rússia”, reforçou Zelensky.

Zelensky já tinha sublinhado, na passada 3ª feira, durante uma intervenção por videoconferência no Conselho de Segurança das Nações Unidas, que uma eventual anexação de territórios da Ucrânia pela Rússia, através de referendos, iria significar que “não há nada a negociar” com o seu homólogo russo, Vladimir Putin. O presidente ucraniano garantiu que os eleitores “foram forçados a votar sob a mira de armas” e que os resultados “foram escritos com antecedência”.

No depoimento, a que a delegação russa se opôs, o chefe de Estado ucraniano pediu ainda um reforço de sanções contra a Rússia, assim como a sua expulsão da ONU e de todas as organizações internacionais.




loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.