“Tenham medo e esperem o pior.” Ataque de hackers deixa sites do Governo ucraniano inacessíveis

Um ataque cibernético maciço, que alertava os ucranianos a “ter medo e esperar o pior”, teve como alvos os sites do Governo da Ucrânia durante a noite da passada quinta-feira, deixando diversos sites inacessíveis até esta manhã.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia apontou, à agência Reuters, que é muito cedo para dizer quem poderia estar por trás deste ataque mas confirmou que a Rússia esteve por trás de ataques semelhantes no passado.

O ataque cibernético, que atingiu o Ministério das Relações Exteriores, o gabinete de ministros e o Conselho de Segurança e Defesa, entre outros, ocorreu no momento em que Kiev e os seus aliados soaram o alarme sobre uma possível nova ofensiva militar russa contra a Ucrânia.

“É muito cedo para tirar conclusões, mas há um longo histórico de ataques russos (cibernéticos) contra a Ucrânia no passado”, informou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores.

A Rússia negou anteriormente estar por trás de ataques cibernéticos à Ucrânia.

“Ucranianos! Todos os seus dados pessoais foram enviados para a rede pública. Todos os dados do computador são destruídos, é impossível restaurá-los”, disse uma mensagem visível nos sites do Governo hackeado, escrita em ucraniano, russo e polaco. “Todas as informações tornaram-se públicas, tenha medo e espere o pior. Isto é para o seu passado, presente e futuro.”

Ler Mais


Comentários
Loading...