Sondagem: PS continua à frente, mas alta percentagem de indecisos pode baralhar contas eleitorais

O PS continua à frente do seu rival, PSD, com uma vantagem de cinco pontos percentuais. Contudo, há ainda muita gente que diz não saber em quem votar, o que no final, pode baralhar as contas eleitorais.

Estas são as principais conclusões do barómetro da Intercampus para o ‘Correio da Manhã’/’CMTV’/’Negócios’, que revela que se as eleições fossem agora, o secretário-geral do PS, António Costa, vencia com 29% das intenções de voto, face a 24,1% do social democrata, Rui Rio.

A sondagem mostra ainda que o Bloco surge em terceiro lugar, com 7% das preferências dos portugueses, seguido logo pelo Chega, que reúne 5,8% das intenções de voto.

A ocupar a quinta posição está a CDU, que corre o risco de perder deputados com esta queda, conseguindo apenas 4,9% das preferências dos eleitores; e em sexto lugar, o Iniciativa Liberal, que reúne 4,6% das intenções de voto. No fundo da tabela. de acordo esta sondagem, estão PAN (3,5%), CDS (0,9%) e Livre (0,5%).

No entanto, importa referir que as intenções de voto não contabilizam a distribuição dos eleitores indecisos, que não sabem ainda em que partido votar, e que, segundo o barómetro, atingem os 17,8%, uma elevada percentagem que pode baralhar as contas no dia da eleições.

Se juntarmos estes números àqueles que ainda pensam se vão abster-se, a percentagem pode mesmo atingis os 37%, o que significa que mais de um terço dos portugueses pode ditar uma viragem nos resultados.

Ler Mais


Comentários
Loading...