SNS recebe menos de metade dos novos médicos. Só este ano já se perderam mais de 760 profissionais

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) tem vindo a receber cada vez menos médicos nos últimos anos, apesar de o número de profissionais inscritos na Ordem ter aumentado, de acordo com o ‘Correio da Manhã’ (CM).

Segundo a mesma publicação, inscreveram-se na Ordem 8.824 novos médicos nos últimos seis anos, mas apenas 4.231 profissionais ingressaram no SNS, o que corresponde a menos de metade do total de inscrições.

É na passagem de 2019 para 2020 que se regista a maior discrepância, adianta o jornal, com mais 1776 médicos inscritos na Ordem e apenas mais 521 a entrar no SNS, nesse mesmo período.

Esta diferença é ainda mais expressiva quando se compara a média anual de crescimento de inscritos nos dois organismos: Enquanto que na Ordem ingressam em média 1.764 médicos por ano, no SNS esse número é de apenas 846, segundo o ‘CM’.

Importa ainda ressalvar que só nos primeiros oito meses deste ano, o SNS já perdeu 763 profissionais. Segundo o jornal, se em janeiro o serviço público do Estado tinha 31.406 médicos em exercício de funções, em agosto eram apenas 30.643.



Comentários
Loading...