Sabe qual é a marca automóvel menos fiável? Estudo revela ranking dos veículos com menos avarias

A Tesla é a marca automóvel menos fiável, em número de avarias, para muitos dos 52.430 condutores europeus que deram a sua opinião num inquérito realizado pela Organização de Consumidores e Utilizadores (OCU). O estudo, realizado em conjunto com outras quatro associações europeias da Bélgica, França, Itália e Portugal, classificou 36 fabricantes que operam (ou já o fizeram) no continente europeu, segundo revelou esta terça-feira o jornal espanhol ‘El País’.

A empresa fundada por Elon Musk surgiu na última posição, com 60 pontos em 100 possíveis. A Tesla é seguida pela Alfa Romeo e Land Rover, com 64 pontos, respetivamente; a Jaguar fecha o top 4, com 68 pontos.

A lista elaborada pelas organizações de consumidores recolheu a opinião dos condutores europeus dos seus automóveis e elaborou uma ranking com as marcas e modelos mais fiáveis, ou seja, os que têm menos avarias, excluindo os derivados de um acidente.

Os bons resultados em confiabilidade recaem mais uma vez sobre os fabricantes japoneses e coreanos, que ocupam sete das dez primeiras posições, liderados por Lexus (95), Subaru (93) e Toyota (91). Entre os fabricantes europeus, destacam-se Seat e Dacia, com 85 pontos cada, e Skoda, com 84 pontos.

Por tipo de motor, os modelos com menos avarias são os carros híbridos não plug-in. Na verdade, existem até dez modelos acima de uma pontuação de confiabilidade de 95 em 100. Os motores a gás (GLP ou GNV), assim como os elétricos, ainda não possuem uma gama tão ampla de carros à prova de falhas, segundo avançou o relatório.

No entanto, o modelo mais confiável entre as 523 versões de carros incluídas na pesquisa é a diesel: o Volkswagen T-Roc 1.6 diesel (versão 2017). Seguem-se dois híbridos, como o Toyota Corolla 2.0 Gasoline (versão 2018) e o Lexus IS 2500 (versão 2013). Em destaque estão ainda o Renault Espace 1.6 diesel (versão 2015) e o Opel Astra 1.5 diesel (versão 2015).

No que toca às despesas de manutenção do veículo, quando este é levado a uma oficina oficial, as diferenças são, sem dúvida, significativas: as marcas Hyundai, Dacia e Renault têm um custo de entre 114 e 150 euros por ano, ao passo que Mercedez-Benz, Audi e Volvo custam mais de 300 euros por ano.

Por último, as falhas mais comuns são as elétricas (17%), seguidas das que afetam o sistema de travões (13%).

Ler Mais


Comentários
Loading...