Rússia diz que ataque com mísseis matou tropas ucranianas na Ilha da Serpente

O Ministério da Defesa da Rússia disse que um avião de guerra russo atacou e matou um número não especificado de militares ucranianos na Ilha da Serpente, no Mar Negro, esta quinta-feira, depois de estes terem desembarcado no local para hastear a bandeira ucraniana, avança a ‘Reuters’.

“Por volta das 5 da manhã, vários militares ucranianos desembarcaram na ilha, com um barco a motor e tiraram fotos com a bandeira. De imediato, um avião russo lançou mísseis de alta precisão e, como resultado, o pessoal militar ucraniano foi destruído”, disse o porta-voz do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov.

Antes destas declarações, Andriy Yermak, responsável de gabinete do presidente ucraniano, já tinha publicado um vídeo no Telegram de três militares a levantar a grande bandeira ucraniana na ilha, da qual as forças russas se retiraram em 30 de junho após serem bombardeadas pela artilharia ucraniana.

A pequena ilha, capturada pela Rússia da Ucrânia no início da guerra em fevereiro, é estrategicamente importante por causa da sua proximidade com rotas marítimas próximas do porto ucraniano de Odesa.

A Rússia disse que se retirou da Ilha da Serpente na semana passada como um “gesto de boa vontade” para mostrar que não estava a obstruir as tentativas das Nações Unidas de abrir um corredor humanitário, permitindo que fossem enviados grãos da Ucrânia.

A Ucrânia disse que expulsou as forças russas após um ataque de artilharia e mísseis. Na altura, Yermak escreveu nas redes sociais: “KABOOM! Não há mais tropas russas na Ilha da Serpente. As nossas forças armadas fizeram um excelente trabalho”, acrescentando que “tudo será Ucrânia”.

Ler Mais


Comentários
Loading...