Quais são os carros mais vendidos na Europa? Veja aqui o ranking

Foram entregues em 2021 um total de 9,7 milhões de carros na Europa, segundo dados recentes da associação europeia de fabricantes, ACEA. Dessa forma, o sector vai completar o seu segundo ano consecutivo um volume total abaixo dos 10 milhões de veículos, conseguindo ser pior do que em 2020, um ano considerado desastroso devido à chegada da pandemia da Covid-19 – na época foram entregues 9,93 milhões de veículos.

Por grupos de fabricantes, a Volkswagen manteve-se na liderança europeia por mais um ano com o fabricante que mais veículos vendeu no velho continente, com 2,94 milhões de unidades, apesar de ter registado uma queda de 3,7% nas entregas. No segundo posto ficou a Stellantis (que integra o PSA e Fiat Chrysler), que se ‘ficou’ 2,37 milhões de carros, tendo sofrido uma queda de 1,6%. O grupo Renault fecha o pódio que em 2021 teve uma queda de vendas de 10,9%, com 1,09 milhões de carros registados – é o terceiro ano consecutivo de quedas da marca francesa.

A Hyundai – que integra a Kia – vendeu 1,02 milhões de carros em 2021, 21,1% a mais do que no ano anterior. Este aumento considerável do grupo sul-coreano deve-se ao melhor comportamento na hora de entregar os seus carros aos clientes. O top cinco foi completado pela BMW, que aumentou as suas vendas em 1,3%, para 858.762 unidades. A Toyota registou um aumento considerável no volume de vendas (9,6%), tendo ultrapassado as 760 mil unidades e assim assegurando o sexto lugar.

Em sétimo e oitavo ficaram, respetivamente, a Daimler e a Ford, que tiveram um comportamento semelhante em 2021 – ambas registaram quedas nas suas entregas em 11 e 19,2%, respetivamente.

No que toca a marcas individuais, é sem surpresa que a Volkswagen que lidera a classificação, com 1,27 milhões de carros vendidos, apesar da queda de 6,2%. A Peugeot, do grupo Stellantis, recebe a ‘medalha de prata’, a uma boa distância da marca alemã, com mais de 724 mil carros entregues, mesmo registando uma queda de 2,3%.

O colapso da Renault, cujas vendas caíram 17,1% para 678.736 automóveis, fez com que a marca francesa perdesse o terceiro posto no ranking das marcas (caiu para a quinta posição), tendo sido ultrapassada pela Toyota, que cresceu 10,2% para 712.574 unidades. A BMW surge em quarto lugar (com um aumento de 1,2%), tendo vendido 683 mil veículos no Velho Continente em 2021.

Ler Mais


Comentários
Loading...