Putin, vítima da sua própria propaganda, reduz cada vez mais as hipóteses de uma negociação de paz

O presidente russo, Vladimir Putin, tem sido uma vítima da sua própria propaganda, colocando-se agora “num labirinto” do qual será difícil sair, pelo menos com uma negociação de paz à vista, escreve o ‘El Mundo’.

Segundo o jornal espanhol, a sua forte aposta numa “guerra honrosa” contra o que chama de “nazis ucranianos” está a deixar a Rússia sem qualquer hipótese de sair deste conflito com uma negociação de paz: é a vitória ou nada.

A insistência de Putin na desnazificação do inimigo – a Ucrânia não é governada por nazis – não permite, pela própria conspiração que criou aos olhos do povo russo, chegar a qualquer acordo, que possa satisfazer o exército, cada vez mais frustrado pelas suas decisões.

O próprio Kremlin, adianta o jornal, sabe que atualmente não há “bons cenários de relações públicas” que possam pôr fim à guerra da Rússia contra a Ucrânia, porque não se fez nada para que isso acontecesse.

A realidade é que a negociação pela paz na Ucrânia está numa “via morta”, escreve o ‘El Mundo’, sublinhando que o diálogo aberto na Bielorrússia nos primeiros dias de conflito “estava destinado ao fracasso e o esforço não teve qualquer efeito”, uma vez que Putin “não tem nenhuma vitória para mostrar ao povo russo”.




loading...
Notícias relacionadas