“Pode ser realidade já amanhã e temos de estar prontos”: Cientistas estão a preparar primeiro contacto dos humanos com extraterrestres

Os aliens podem entrar em contacto com os humanos já amanhã e a humanidade tem de estar preparada para saber o que lhes dizer, avisam cientistas da Universidade de St. Andrews, na Escócia, que lançaram um novo projeto de investigação com o objetivo de preparar a comunicação com formas de vida extraterrestre que venham a ser descobertas.

O projeto científico conta com a parceria da Rede de Investigação de Inteligência Extraterrestre do Reino Unido (UK SETI), para estabelecer e definir protocolos e procedimentos a seguir na eventualidade de um contacto com aliens.

Justifica a equipa responsável pelo ‘Hub de Pós-Deteção Extraterrestre’ que existem medidas definidas para lidar, por exemplo, com o impacto de asteroides na Terra, mas não há acordo nenhum sobre que resposta adotar no caso de um sinal rádio ou outro ser detetado, vindo de outra forma de vida inteligente.

“Vamos receber uma mensagem de um E.T.? Não sabemos. Mas também não sabemos se, quando acontecer, quando terá lugar. O que sabemos é que não podemos arriscar estar mal preparados: cientificamente, socialmente e politicamente, perante um evento que pode ser realidade já amanhã. Não podemos comprometer a gestão de algo assim”, sustenta o Dr. John Elliott, investigador da Escola de Ciências de Computação da Universidade de St. Andrews e responsável pelo projeto que vai preparar a comunicação com extraterrestres.

“Também é necessário coordenar o nosso conhecimento de especialistas, não apenas para verificar evidências, mas também para considerar a resposta social humana. À medida que a nossa compreensão [de uma eventual abordagem extraterrestre] avançaria, o que saberíamos ou não saberíamos tinha de ser comunicado. E agora é o tempo de o preparar”, termina o responsável em entrevista ao Telegraph.

Muitos cientistas sustentam que a existência de vida inteligente noutros pontos do Universo é uma possibilidade real. Este ano, a NASA lançou um inquérito de oito meses para investigar centenas de avistamentos de OVNIs que se mantinham sem explicação. Também ao Task Force de Fenómenos Aéreos não Identificados do Pentágono emitiu um relatório no qual dava conta de 144 incidentes com OVNIs entre 2004 e 2021, muitos dos quais foram detetados por pilotos militares.

Atualmente, o único protocolo de “contacto” com vida extraterrestre foi desenvolvido pela SETI em 1989, e não é atualizado desde 2001. Para além disso foca-se apenas na conduta científica a adotar e não em formas de comunicação.

Encontrar formas de decifrar uma eventual língua alien ou o modo de comunicação extraterrestre será um dos principais desafios dos especialistas que trabalham, agora, no ‘Hub de Pós-Deteção Extraterrestre’.

Ler Mais



loading...
Notícias relacionadas