ONU quer que países desenvolvidos parem produção de veículos de combustão até 2035

A Organização das Nações Unidas (ONU) propôs uma meta ambiciosa aos países desenvolvidos: que parem de produzir veículos de combustão até 2035, dando uma margem aos países em desenvolvimento até 2040. A proposta foi lançada pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, na abertura de uma conferência sobre transportes sustentáveis que as Nações Unidas estão a organizar em Pequim.

O antigo primeiro-ministro português formulou esta petição sobre a necessidade de descarbonizar o transporte para cumprir os pressupostos no combate às mudanças climáticas, com o sector dos transportes responsável por cerca de 20% das emissões globais de gases com efeito de estufa.

O fim do fabrico de carros que funcionam a gasolina, diesel ou outros combustíveis fósseis até 2035 foi uma proposta da União Europeia em julho último mas a proposta da ONU pretende obedecer ao Acordo de Paris, que estabeleceu um aumento de temperatura média global em relação aos níveis pré-industriais permanecesse entre 1,5 e 2 graus mas os planos atuais a nível mundial levarão a um aquecimento de cerca de 3 graus. São por isso necessárias “metas mais ambiciosas e credíveis”, de acordo com a ONU.



Comentários
Loading...