Ómicron: Nova variante da Covid-19 confirmada em 16 países e quatro continentes

A Ómicron, a nova variante Covid-19 potencialmente mais contagiosa, que foi identificada pela primeira vez na África do Sul, já apareceu em vários países, deixando governos em todo o mundo numa luta para interromper a transmissão.

Isto acontece numa altura em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que o risco global representado pela nova variante é “muito alto”.

Assim, para além da África do Sul, onde foi detetada, a Ómicron já surgiu também na Austrália, em dois passageiros de Sidney. Ambos os passageiros vieram da região sul-africana e chegaram à Austrália num voo da Qatar Airways via Doha. Outros 12 passageiros não testaram positivo, mas foram colocados em quarentena.

Hong Kong tornou-se o segundo país a relatar dois casos da nova variante. Da mesma forma, o Botswana reportou um caso da Ómicron até ao momento.

O Canadá confirmou esta segunda-feira os primeiros dois casos do país de variante Ómicron, em duas pessoas que visitaram recentemente a Nigéria.

Israel impôs uma série de medidas de emergência após identificar um caso da nova variante Covid-19 a 26 de novembro. O ministério da saúde disse que a nova estirpe detetada pela primeira vez pela África do Sul – conhecida como B.1.1.529 – foi descoberta numa pessoa que tinha chegado do Malaui.

A Bélgica também detetou um caso da nova variante Ómicron, tendo sido o primeiro país da Europa a fazê-lo. Trata-se de uma mulher não vacinada que começou a apresentar sintomas 11 dias depois de ter viajado para o Egipto com escala na Turquia.

Em Portugal já foram identificados 13 casos, segundo o Instituto Ricardo Jorge. Os casos estão associados aos jogadores da Belenenses SAD. Um dos casos positivos terá feito, recentemente, uma viagem à África do Sul.

Em Itália, segundo a agência LaPresse, um cidadão que viajou para Moçambique teve um teste positivo para a variante Ómicron. Cinco membros da família, incluindo duas crianças em idade escolar, também tiveram resultados positivos.

Na Alemanha, a nova variante foi confirmada em dois viajantes que chegaram num voo da África do Sul a 24 de novembro. O sequenciamento do genoma ainda não foi concluído, mas está “provado sem dúvida que é esta variante”, informou a agência de notícias alemã dpa.

Por sua vez, nos Países Baixos, as autoridades de saúde disseram ter detetado 61 casos de Covid-19 em pessoas que voaram da África do Sul na sexta-feira e acreditam que pelo menos algumas infeções são da nova variante Ómicron.

Já o Reino Unido detetou dois casos da variante Ómicron. O ministro da saúde britânico, Sajid Javid, disse que os dois casos vinculados da nova variante detetados estavam relacionados com viagens ao sul da África.

Também a Suíça identificou o primeiro caso provável da variante Ómicron esta segunda-feira. O caso refere-se a uma pessoa que voltou à Suíça da África do Sul há cerca de uma semana.

Ainda na Europa também França, Dinamarca e Escócia reportaram já casos da Ómcron, segundo a imprensa internacional.

Ler Mais


Comentários
Loading...