Não gosta da sua voz? Não está sozinho!

BRANDED CONTENT

Lembra-se quando ouviu uma gravação da sua voz pela primeira vez?

A maioria das pessoas, quando confrontadas com o som da sua própria voz, sente uma verdadeira antipatia por ela. “Achei a minha voz horrível.” – Esta é uma das principais reações. Saiba que não está sozinho: a maioria das pessoas estranha a própria voz quando se ouve numa gravação e há uma explicação para este fenómeno.

A magia da voz humana

A voz de uma pessoa é tão especial que há mesmo quem se apaixone por alguém que nunca viu, nem conhece pessoalmente. E o contrário também acontece: pode escutar uma voz que lhe soa de forma desagradável e lhe causa desconforto. A pessoa, dona dessa voz, até pode ser simpática, charmosa, culta e distinta… Mas ouvi-la é que não!

A voz humana é um instrumento incrível capaz de transmitir as mais variadas emoções, quer seja a falar, a emitir sons ou a cantar. Há vozes que marcam e são inesquecíveis.

Porque é que se estranha a própria voz?

Não há quem não fique surpreso quando ouve a própria voz. Certamente isto já aconteceu consigo ao ouvir um áudio que enviou a alguém ou assistiu à gravação de um vídeo seu.

A verdade é que nunca ouvimos a nossa própria voz da mesma forma como os outros ouvem.  A este fenómeno chama-se “confrontação de voz” e tem uma explicação científica.

A voz é produzida na laringe e o som resulta da vibração das cordas vocais. Este som é percebido pelo indivíduo de duas maneiras: pela via aérea e pela via óssea. Na via aérea, o som sai da boca e entra nos ouvidos, ao passo que, na via óssea envolve a vibração de outras estruturas ósseas no pescoço e na cabeça. Assim, esta vibração chega à cóclea, o nosso ouvido interno responsável pela audição. É por estas razões que escutamos a nossa voz como mais ninguém a ouve.

Qual é a voz verdadeira?

Então qual será a nossa voz real: a que ouvimos quando falamos ou a que escutamos numa gravação? A verdade é que nunca ouvimos a nossa voz verdadeira quando falamos. A perceção que temos da mesma é única e apenas o próprio escuta a voz daquela maneira.

Assim lamentamos dizer a todos os que não gostam da sua voz, mas a sua voz verdadeira é a que escuta numa gravação!

Mas há boas notícias, quanto mais ouvir a sua voz verdadeira, mais probabilidade terá de se familiarizar com ela e de sentir menor estranheza.

O impacto de ouvir bem

Há situações em que a perceção que temos da própria voz pode ainda ser mais enviesada. Se se dá o caso de ter incapacidades auditivas ou não ouvir bem, o mais certo é haver a sensação de as vozes soarem abafadas e pouco claras. Seja a sua própria voz, seja a de alguém!

Mesmo para quem começa a usar aparelhos auditivos (uma das melhores soluções para quem tem dificuldades auditivas), é normal que sintam a sua voz diferente – é comum acharem que estão a falar mais alto embora o façam no tom normal. Essa perceção inicial desaparecerá em poucos dias no decorrer do período de adaptação aos aparelhos auditivos.

Se não gosta de ouvir a sua voz, utilize algumas técnicas simples: grave e oiça a sua voz com regularidade. Usufrua da voz que tem, aprenda a gostar de se ouvir, liberte-se de inseguranças e comunique com maior confiança.

Ler Mais


Comentários
Loading...