Milionário russo das criptomoedas morre em queda de helicóptero ainda por explicar. É o terceiro caso em poucas semanas

Vyacheslav Taran, de 35 anos, era um famoso empresário russo. O milionário, fundador das plataformas de investimento de criptomoedas Forex Club e Libertex, morreu num misterioso acidente de helicóptero, numa altura em que não havia más condições meteorológicas e a viagem decorria sem problemas, com um piloto experiente. Um dos passageiros, sem explicação, decidiu desistir de embarcar naquele helicóptero no último momento.

O caso tem dado que falar em todo o mundo, e adensa-se o mistério que envolve a morte do milionário russo, que já é a terceira que envolve um empresário na área das criptomoedas a acontecer nas últimas semanas.

A agência Tass, que cita a embaixada russa, apenas confirma a morte do empresário “Vyacheslav Taran na queda de um helicóptero que ocorreu na sexta-feira [25 de novembro] na área da comuna de Villefranche-sur-Mer”.

Já o Daily Mail adianta que o helicóptero tinha partido da Suíça e seguia em direção ao Mónaco, tendo caído naquela localidade francesa. As autoridades francesas estão a investigar o procurador de Nice não descarta que terceiros possam estar envolvidos na queda do helicóptero.

A morte de Vyacheslav Taran segue-se a de Tiantian Kullander, de 30 anos, que terá morrido enquanto dormia, segundo a informação oficial, e Nikolai Mushegian, de 29 anos, que alegadamente morreu afogado numa praia em Porto Rico. O jovem tinha publicado antes no Twitter a dizer que tinha receios de que a CIA ou a Mossad o assassinassem.

Vyacheslav Taran vivia no Mónaco há 10 anos. É casado com a fundadora da revista ‘Hello Monaco’ e deixa três filhos.

A fabricante da aeronave, a Airbus, também lançou uma investigação interna ao que poderá explicar o acidente.

Ler Mais



loading...
Notícias relacionadas