Mercedes quer reorganizar portefólio: menos modelos mas uma aposta marcada no luxo

A Mercedes quer reposicionar-se como a “marca de carros de luxo mais valiosa do mundo” e para isso vai proceder à reformulação do seu portfólio de veículos em três categorias: luxo de entrada, luxo básico e luxo premium – o plano prevê que mais de 75% dos investimentos sejam feitos em veículos maiores e mais caros, que se sabe terem margens de lucro maiores.

Para isso, a fabricante germânica vai reduzir o número de variantes dos modelos ‘ luxo de entrada’ de 7 para 4. No entanto, a Mercedes não detalhou quais os veículos compactos que vão ser eliminados. Recorde-se que estão disponíveis os seguintes modelos: Classe A, Classe A sedã, Classe A sedão com entre-eixos longo (disponível na China), Classe B, CLA, CLA Shooting Brake e GLA.

No domínio das novidades, a Mercedes tem mais ‘cartas’ na manga: anunciou que vai lançar o primeiro modelo elétrico na plataforma MMA dedicada em 2024. Este veículo de emissão zero vai dar início ao novo sistema operacional da Mercedes-Benz, um desejo dos clientes desta categoria: “Estas mudanças vão reposicionar a Mercedes-Benz neste segmento, respondendo de forma mais precisa aos desejos dos clientes mais exigentes.”

Já na categora ‘luxo básico’, os modelos Classe C e Classe E vão ser reagrupados com os seus derivados. O fabricante alemão confirmou que estes vão passar para uma nova geração de modelos em 2023 para se unirem ao EQE e EQE SUV baseados na plataforma EVA2 – usando os fundamentos do carro elétrico, a Mercedes planeia lançar um modelo adicional desenvolvido especificamente para o mercado chinês.

Por último, a categoria de luxo premium: vai abranger todos os modelos das divisões AMG e Maybach, além do Classe S, Classe G e GLS, que estarão lado a lado com o EQS e EQS SUV, bem como os “modelos de edição limitada e veículos de colaboração exclusivos”. Idealmente, a Mercedes pretente aumentar as vendas de carros premium em cerca de 60% até 2026 em comparação com 2019.

Mais tarde, o conceito AMG Vision vai apresentar uma plataforma sob medida apelidade de AMG.EA para carros desportivos elétricos que será lançado em 2025. Já na Maybach, o SUV EQS, com o logotipo M duplo, vai chegar ao mercado em 2023. A Mercedes confirmou ainda que um Maybach SL está em marcha. Quanto ao Classe G, o EQG, que vai chegar em 2024, será o primeiro veículo elétrico da marca alemã a usar uma bateria de alta intensidade devido aos avanços no ânodo de silício.

A nova ‘série MYTHOS’ vai consistir em carros esepciais de edição limitada que serão vendidas estritamente “para os entusiastas e colecionadores mais dedicados da Mercedes-Benz” – a marca germânica garantiu que cada modelo desta linha terá o seu lugar ao lado do “panteão histórico dos grandes”.

Ler Mais


Comentários
Loading...