Mercedes-Benz bate recorde de carro mais valioso do mundo: terá custado 135 milhões de euros a colecionador

Um Mercedes-Benz Silver Arrow 300 SLR pode ter ‘pulverizado’ o recorde de carro mais valioso do mundo, anteriormente na posse de um Ferrari 250 GTO de 1963, que foi vendido alegadamente por perto de 60 milhões de euros em 2018. Segundo avançou a seguradora americana ‘Hagerty’, especialista em carros clássicos, foi a própria Mercedes-Benz, que recorreu a uma casa leiloeira para efetuar o negócio em seu nome, a vender um Silver Arrow por uns impressionantes 135 milhões de euros. Houve apenas 10 colecionadores de automóveis autorizados a participar e tiveram de cumprir rigorosos critérios estabelecidos pelo construtor germânico – comprometeram-se igualmente a não vender a terceiros após a compra.

Este negócio foi conduzido entre privados e não nas tradicionais vendas em leilão. Neste particular, o título de caro mais caro do mundo vendido em leilão pertence a um Ferrari 250 GTO de 1962, vendido em 2018 por 46 milhões de euros.

A ‘Hagerty’ avançou que o carro vendido terá sido um de apenas dois Mercedes-Benz Silver Arrow 300 SLR de teto rígido, conhecidos como Uhlenhaut Coupé, com o número de chassis 0008/55. Citado pela ‘Hagerty’, Karl Ludvigsen, um dos historiadores de automóveis mais prestigiados e autor do livro “Mercedes-Benz Grand Prix W196: Spectacular Silver Arrows, 1954-1955” a possível venda de um Mercedes-Benz W196S 300 SLR seria histórica. “Os carros em questão são aqueles da chamada era Silver Arrow de 1954 e 1955, que nunca foram vendidos oficialmente pela Mercedez-Benz”, apontou o especialista.



Comentários
Loading...