Material sustentável dos elétricos Volvo dá origem a acessório de moda

Os materiais sustentáveis que dão vida ao interior dos veículos 100% elétricos da Volvo estão na base da mais recente mala assinada pela marca 3.1 Phillip Lim. Seguindo o conceito de luxo consciente, o fabricante sueco e o designer de moda juntaram-se para criar um acessório com origem em fontes biológicas e recicladas.

Na base desta parceria está o Nordico, material concebido a partir de têxteis de material reciclado, como garrafas PET, mas também materiais oriundos de florestas na Suécia e na Finlândia e, ainda, rolhas recicladas da indústria do vinho. O resultado é uma mala especial, que funciona mais como uma afirmação de que o luxo pode ser sustentável do que como produto, já que não estará à venda nas lojas.

«A sustentabilidade tem sido parte da marca 3.1 desde o início. Trabalhamos para alcançar um equilíbrio sustentável em tudo o que fazemos. O mantra da nossa marca é fazer menos, com mais significado. A ligação à Volvo neste projeto de sustentabilidade foi um alinhamento instantâneo», garante Phillip Lim, co-founder & creative director da 3.1 Phillip Lim.

O designer acredita que estão reunidas as condições para encontrar soluções sustentáveis com novos materiais ao mesmo tempo que se procura alcançar um design de alta qualidade, «que é o novo conceito de luxo».

Antes de se aventurar com a Volvo, a 3.1 Phillip Lim já tinha desenvolvido outras peças com o mesmo propósito, sendo responsável, entre outros, pela criação de um vestido neutro em carbono feito a partir de algas.

Apesar de não ser comercializada, nova mala Volvo X 3.1 Phillip Lim estará no centro de várias ações de promoção e os fundos angariados a partir destas iniciativas reverterão a favor de instituições.

Robin Page, head of Design da Volvo Cars, não tem dúvida de que a empresa sabe para onde quer e que o primeiro passo é assegurar a utilização de materiais sustentáveis, naturais e reciclados. «A colaboração com a 3.1 Phillip Lim, para criar uma mala que fosse inspirada pelos materiais do futuro, solidifica as nossas ambições de desafiar a indústria do design para reavaliar os materiais que utiliza. Tanto a criação de coleções para as passerelles como a criação de interiores para automóveis têm uma responsabilidade partilhada para tentar de encontrar alternativas de materiais sustentáveis», adianta.

Ler Mais


Comentários
Loading...