Mais tempo em frente ao ecrã não conduz a hiperatividade ou menor atenção nas crianças, aponta estudo

A possibilidade de que o tempo em frente ao ecrã durante a primeira infância pode vir a causar menor atenção mais tarde na vida de uma criança sempre foi uma grande preocupação de pais e investigadores, até pela existência de estudos que sugeriam ligações entre o tempo no ecrã dos pré-escolares e as dificuldades de atenção.

No entanto, dois estudos publicados recentemente pela Growing Up in New Zealand, conduzido pela Universidade de Auckland e financiado principalmente pelo Governo da Nova Zelândia, lançam novas luzes sobre o assunto, integrando o contexto de media interativa oferecida hoje em dia para as crianças.

O primeiro estudo pretendia responder se se exceder duas horas no ecrã por dia para crianças entre dois e quatro anos podia prever sintomas de desatenção e hiperatividade aos quatro anos e meio mas não houve qualquer associação entre os níveis mais altos em frente ao ecrã e mais sintomas.

No segundo estudo, procurou-se a correlação entre o tempo de ecrã e os sintomas de desatenção ou hiperatividade em crianças de quatro anos e meio. Neste caso, a medição foi simultânea e existe uma associação significativa entre os sintomas e o tempo a mais ao ecrã.

Vários fatores podem estar em jogo e um é a preferência da criança. A maioria das crianças aproveita o tempo ao ecrã. Para crianças com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, por exemplo, as interações com os pares costumam ser difíceis, e o tempo no ecrã pode ser uma alternativa mais agradável e menos stressante.

Crianças com problemas de atenção podem achar difícil concentrar-se por longos períodos em passatempos, como ler um livro, ao invés de um ecrã, com cores brilhantes e ação, que pode capturar a atenção e mantê-los interessados. Crianças com sintomas de desatenção ou hiperatividade são geralmente muito ativas e impulsivas e os pais podem achar que o tempo ao ecrã pode ajudar a acalmar e ocupar seus filhos por um tempo. Também pode ser algo que pais e filhos gostem de fazer juntos.

Ler Mais


Comentários
Loading...