Mais radares, maior fiscalização e menor tolerância: Governo lança caça à multa nas estradas portuguesas

Uma verdadeira caça à multa nas estradas portuguesas: O Governo vai investir em novos mecanismos de controlo, prevendo assim arrecadar cerca de 129 milhões de euros em multas por infrações do Código da Estrada, avança o ‘Correio da Manhã’ (CM).

Segundo a mesma publicação, é este o valor inscrito no Orçamento do Estado (OE) de 2022, ainda em discussão na Assembleia da República, correspondendo a mais 47 milhões face a 2021.

O Executivo planeia instalar mais radares, reforçar a fiscalização e ter pouca tolerância para as infrações, num “aumento significativo” do investimento nesta matéria, devido sobretudo à expansão da rede nacional de fiscalização automática de velocidade (SINCRO), revela o ‘CM’.

Em causa está o aumento dos radares, que serão cerca de 50, dos quais 30 permitem detetar a velocidade instantânea e 20 são capazes de calcular a velocidade média num determinado trajeto.

“O investimento em sistemas de tecnologia de informação e comunicação passará também pelo desenvolvimento do Sistema de Contraordenações de Trânsito (SCOT+), que irá gerar uma poupança na ordem dos 2,4 milhões de euros, por via da desmaterialização do processo contraordenacional”, revela a proposta do OE citada pelo jornal.



Comentários
Loading...