Mais de 100 mil soldados ucranianos mortos?: Comissão Europeia corrige declaração de Von der Leyen e edita vídeo

Ursula von der Leyen discursou esta quarta-feira sobre os horrores da guerra na Ucrânia mas a declaração da presidente da Comissão Europeia fica marcada por uma ‘gafe’ que obrigou o organismo a vir justificar e corrigir as declarações da responsável.

“A invasão da Rússia à Ucrânia trouxe morte, devastação e sofrimento inqualificável. Todos nos lembramos dos horrores de Bucha. Estima-se que mais de 20 mil civis e mais de 100 mil militares ucranianos tenham sido mortos até agora. A Rússia tem de pagar pelos seus crimes horríveis, incluindo pelo crime de agressão contra um Estado soberano”, declarou no discurso Von der Leyen.

Acontece que não há quaisquer números oficialmente divulgados sobre as baixas do lado ucraniano no conflito. Por isso, a Comissão Europeia viu-se obrigada a justificar a referência de Von der Leyen.

Dana Spinant, porta-voz da Comissão, explicou depois que o discurso da presidente tinha “uma imprecisão”, dizendo que o número de civis e militares mortos referido por Von der Leyen “foi extraído de fontes externas não-oficiais e referia-se às perdas totais, entre mortos e feridos, da Ucrânia”. Segundo retificou a Comissão Europeia, ” objetivo era ilustrara a brutalidade da ação da Rússia”.

Após começar a gerar-se polémica, também o discurso divulgado nos canais oficiais da Comissão Europeia, assim como o vídeo do momento partilhado nas redes sociais, foram editados para não conterem a referência.

No entanto, vários internautas atentos trataram logo de comparar os dois discursos, mostrando as diferenças.

<blockquote class=”twitter-tweet”><p lang=”de” dir=”ltr”>🍿😽🍿<br><br>📹🇪🇺🇺🇦🇷🇺Vergleich zwischen dem ersten von Ursula von der Leyen geposteten Video und dem zweiten Video, das geschnitten wurde <a href=”https://t.co/16q76drwPg”>pic.twitter.com/16q76drwPg</a></p>&mdash; Der politische Kater! 🙀😹🙀😹🙀😹🙀😹 (@GrunkohlProblem) <a href=”https://twitter.com/GrunkohlProblem/status/1597923300528766976?ref_src=twsrc%5Etfw”>November 30, 2022</a></blockquote> <script async src=”https://platform.twitter.com/widgets.js” charset=”utf-8″></script>

Ler Mais



loading...
Notícias relacionadas