Lisboa: Conselho de Cidadãos quer reduzir em 80% entrada de carros até 2048

O Conselho de Cidadãos de Lisboa reuniu-se no domingo para debater o que pode ser feito em matéria ambiental, de forma a reduzir as emissões e sugeriu algumas medidas neste sentido.

Aproveitando a proposta já aprovada da redução da velocidade em 10 km/h na cidade e do fecho da Avenida da Liberdade e de outras ruas nas freguesias aos domingos e feriados, um dos grupos sugeriu reduzir em 80% a entrada de automóveis na cidade e na Área Metropolitana de Lisboa até 2048, revela o ‘Público’.

Apesar de admitirem que a medida é ambiciosa, os munícipes acreditam que pode ser atingida se se mantiver a gratuitidade dos transportes públicos para os mais jovens e os mais velhos.

Outra das propostas passa ainda pela otimização da mobilidade sustentável, por exemplo, como ciclovias e um reforço da fiscalização das trotinetas e bicicletas abandonadas nos passeios, implementando uma rede radial de transporte público, com metro de superfície.

O mesmo grupo sugeriu também a criação de “superquarteirões”, inteiramente pedonais, à semelhança dos que existem em Barcelona, bem como, a construção de silos automóveis nas zonas residenciais à entrada da cidade.

O presidente, Carlos Moedas, ouviu todas as propostas e prometeu: “Estas ideias vão ter seguimento”, nomeando assim dois “embaixadores” de cada grupo que vão seguir o desenvolvimento das medidas com as equipas do município.

Ler Mais


Comentários
Loading...