Lisboa: 1239 condutores (por dia) apanhados em excesso de velocidade pelos novos radares

Os novos radares instalados em Lisboa registaram até dia 24 de junho 29.727 ocorrências, o que significa que 1239 condutores terão sido apanhados, por dia, em excesso de velocidade, avança o jornal ‘Público’.

Segundo a mesma publicação, que cita dados enviados pela Câmara Municipal de Lisboa, tratam-se de ocorrências porque os números preliminares podem não ser “efetivos relativos a infrações”, uma vez que, “em muitos casos”, envolvem veículos prioritários, em missão de polícia ou de socorro.

Ainda assim, os locais com maior número de ocorrências registadas até ao momento são as avenidas Lusíada, Padre Cruz e Infante Dom Henrique, vias onde foram colocados radares novos.

“A maior velocidade captada no sistema de radares de Lisboa foi a de 240 km/h na Avenida Marechal Craveiro Lopes (Segunda Circular), junto às bombas posto Repsol, no sentido Aeroporto/Benfica”, onde a velocidade máxima é de 80 km/h, revela a autarquia ao jornal.

De recordar que os 20 novos radares – que se juntaram aos 21 já existentes – entraram em vigor no passado dia 1 de junho, “com o objetivo de aumentar a segurança rodoviária e de diminuir os acidentes na cidade de Lisboa”.

No mesmo dia, os 21 que já existiam foram “substituídos por novos equipamentos com tecnologia mais avançada. Por exemplo, a utilização como princípio de medição do efeito doppler, com várias medições que permitem registar velocidade, distância e posição.

É ainda possível monitorizar as velocidades de vários veículos em até seis faixas de rodagem, com dados de tráfego em tempo real; e registar passagens em sinais vermelhos ou as infrações em traços contínuos. Saiba onde estão e todas as informações aqui.

Ler Mais


Comentários
Loading...