Kremlin pretende criar 24 colónias penais nos territórios ocupados da Ucrânia

O Governo russo planeia estabelecer 24 colónias penais nos territórios ocupados na Ucrânia, segundo se pôde ler num decreto do Kremlin publicado esta terça-feira.

Assim, Moscovo pretende criar 12 colónias no leste do oblast de Donetsk, que atualmente cerca de metade é ocupado pela Rússia. São ainda propostos 7 no vizinho oblast de Lugansk, que tem a maior parte do território controlado, 3 no sul do oblast de Kherson e dois em Zaporizhia.

A intenção do Kremlin passa ainda por estabelecer três “instituições correcionais médicas” e três “centros correcionais” nos territórios ucranianos ocupados para prisioneiros que sofrem de alcoolismo, dependência de drogas e transtornos mentais.

Na Rússia, esses indivíduos normalmente cumprem as suas penas em instituições especializadas e não em prisões tradicionais. Em novembro, havia 626 colónias penais na Rússia, o que significa cerca de 7 por região em média, de acordo com sito noticioso independente ‘Meduza’.




loading...
Notícias relacionadas