Judiciária detém um dos maiores narcotraficantes nacionais que veio visitar a família a Portugal

A Polícia Judiciária deteve, no final da semana passada, Rúben Oliveira, um dos maiores narcotraficantes portugueses, também conhecido por ‘Xuxas’ – era o braço-direito na Europa do major Carvalho, o ‘Escobar brasileiro’, e foi detido devido ao regresso a Portugal para visitar familiares, no bairro dos Olivais, em Lisboa, onde acabou localizado e capturado pela PJ, que emitiu mandados de detenção. Foi presente a um juiz e está agora em prisão preventiva.

Rúben Oliveira, de 38 anos, é considerado um dos maiores traficantes nacionais de sempre – por associação a grandes cartéis da Colômbia e ao major Carvalho. Só distribui cocaína e ao mais alto nível, sempre na sombra. Fugiu do país na sequência da detenção do major Sérgio Carvalho, ex-oficial da Polícia Militar brasileira, detido na última semana na Hungria, onde se escondeu com identidade falsa.

Considerado um ‘padrinho’ do tráfico, ‘Xuxas’ ostenta no corpo tatuagens de dois dos mais famosos barões da droga, Pablo Escobar e El Chapo. Conseguiu acesso direto ao major Carvalho, para quem já trabalhava antes por via indireta, o que lhe deu uma dimensão enorme em Portugal, na gestão de importação, logística e distribuição de cocaína na Europa em articulação com um dos maiores traficantes do mundo.

As prisões de Sérgio Carvalho e Rúben Oliveira, fruto da articulação entre a Judiciária e a Polícia Federal brasileira, são consideradas uma forte machadada no grande tráfico internacional de cocaína do continente americano para a Europa.



Comentários
Loading...