Jorge Mendes e Deco tramados por Rui Pinto. São suspeitos de receber luvas milionárias

O empresário, Jorge Mendes, e o ex-jogador luso-brasileiro, Deco, foram tramados pelo hacker Rui Pinto, que denunciou suspeitas do recebimento de luvas milionárias por parte destas duas personalidades do mundo do futebol.

Segundo o ‘Correio da Manhã’ (CM), ambos foram alvo de buscas no processo ‘Fora de Jogo’,  dirigido pelo juiz Carlos Alexandre, que tem como denunciante Rui Pinto.

O jornal fala em suspeitas de pagamentos de verbas elevadas e não justificadas em vários negócios, sendo que num deles a comissão terá rondado os cinco milhões.

Em causa está a venda de Tapsoba, do Guimarães para o Bayern Leverkusen, que rendeu quase 30% a Deco e Jorge Mendes, num negócio no valor total de 18 milhões de euros.

As autoridades procuram saber o porquê de a Gestifute ter cobrado três milhões ao clube de Guimarães, bem como “todos os contornos da venda de Bruno Xadas, do Braga para o Marítimo, um negócio intermediado por Mendes”, escreve o ‘CM’.

Esta investigação incide em contratos de atletas alegadamente simulados ou inflacionados, no valor total de 15 milhões de euros, e nasceu da Operação Fora de Jogo, que investiga transferências de mais de 50 futebolistas, envolvendo 500 milhões de euros.

Ler Mais


Comentários
Loading...