ISP baixa 1,2 cêntimos na gasolina e 0,4 cêntimos no gasóleo na próxima semana

O Governo determinou uma redução adicional do ISP de 1,2 cêntimos na gasolina e de 0,4 cêntimos no gasóleo a partir da próxima segunda-feira, que irá refletir-se num alívio da carga fiscal, informaram as Finanças.

“Tendo em conta a perspetiva da evolução dos preços na próxima semana e as variações dos preços verificadas nas duas últimas semanas, haverá nova redução das taxas do ISP em ambos os combustíveis, a partir da próxima segunda-feira, dia 20 de junho. Desta forma, reduz-se a carga fiscal (ISP + IVA) em 1,2 cêntimos adicionais por litro de gasolina e 0,4 cêntimos adicionais por litro de gasóleo”, refere o Ministério das Finanças, num comunicado divulgado hoje.

No mesmo documento, as Finanças referem que “durante a próxima semana, o alívio global da carga fiscal sobre os combustíveis por via das duas medidas em vigor – mecanismo semanal de revisão do ISP e redução das taxas unitárias deste imposto para o equivalente a uma taxa do IVA de 13% – totaliza 22,2 cêntimos por litro de gasóleo e 26,3 cêntimos por litro de gasolina”, sendo que “a estes montantes acresce a não atualização da taxa de carbono em cerca de sis cêntimos por litro”.

De acordo com o Governo, “a taxa do ISP do gasóleo desce assim para o mínimo permitido pela Diretiva 2003/96/CE, de 27 de outubro”. No documento, o Executivo recorda que Portugal já solicitou junto da Comissão Europeia, em abril, a derrogação da aplicação dos limites mínimos impostos pela referida Diretiva, ao abrigo do seu artigo 19.º, estando em curso a avaliação do pedido pelos serviços da
Comissão Europeia.

Combustíveis já subiram mais de 50 cêntimos por litro desde janeiro

Os preços dos combustíveis seguem direções opostas esta semana: Segundo fonte do sector contactada pela Multinews, nas principais petrolíferas nacionais, “a orientação é para uma descida do preço da gasolina em até 4 cêntimos por litro. Em sentido inverso, o gasóleo deverá ficar 6 cêntimos mais caro.”

Os postos de marca própria – que normalmente funcionam junto aos hipermercados – seguem a tendência e reportam “uma descida de 0,0418 euros na gasolina e uma subida de 0,0514 euros no gasóleo”, adiantou outra fonte.

Desde o início do ano, o preço da gasolina já subiu 19 vezes e desceu apenas cinco, mostra a DGEG. No que diz respeito ao gasóleo, houve 17 subidas e seis descidas desde janeiro. Neste período, o preço do gasóleo valorizou 50 cêntimos por litro enquanto que o da gasolina ficou 54 cêntimos mais caro.

Isto quer dizer que encher um depósito de 60 litros de gasóleo custa mais 32 euros do que em janeiro. Já para atestar um depósito de gasolina são precisos mais 30 euros do que na primeira semana do ano.

Na próxima segunda-feira, e tendo em conta a subida anunciada, a fatura para atestar um depósito de 60 litros de gasóleo vai ficar cerca de quatro euros mais cara. Já para encher um depósito a gasolina vai gastar menos 2,5 euros.

Os dados da Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG) mostram que o preço médio do litro do gasóleo simples em Portugal custa atualmente 2,040 euros por litro, enquanto que o da gasolina simples 95 vale 2,169 euros.

Ler Mais


Comentários
Loading...