Hoje é o dia ‘D’ para 73 concelhos: Vão saber se recuam ou não no desconfinamento

Espera-se que esta quinta-feira, o Governo, depois de reunido em Conselho de Ministros, volte a fazer uma reavaliação dos concelhos em risco.

Em situação de alerta estão agora 30 municípios, que por terem uma situação pandémica menos favorável, ou seja, duas avaliações consecutivas com mais de 120 casos por 100 mil habitantes (ou 240 nos concelhos de baixa densidade), podem recuar no desconfinamento.

Os concelhos são: Águeda; Alcoutim; Aljustrel; Amarante; Anadia; Cadaval; Caldas da Rainha; Castelo de Paiva; Estarreja; Fafe; Felgueiras, Guarda; Marco de Canaveses; Marinha Grande; Mogadouro; Montemor-o-Velho, Murtosa, Ourém; Ovar; Paços de Ferreira; Penafiel; Santa Maria da Feira; São João da Madeira; Serpa; Valpaços; Viana do Castelo; Vila do Conde; Vila Real; Vila Viçosa e Vizela

Mas não são estes os únicos em risco. Há ainda outros 43 que podem mesmo juntar-se ao nível máximo de risco (onde já está Lisboa, Porto e outros 45), se registarem mais de 240 casos por 100 mil habitantes (ou 480 nos concelhos de baixa densidade) em duas avaliações consecutivas. Para já estão no nível intermédio.

Nessa situação estão: Alcobaça; Alenquer; Arouca; Arraiolos; Azambuja; Barcelos; Batalha; Bombarral; Braga; Cantanhede; Cartaxo; Castro Marim; Chaves; Coimbra; Constância; Espinho; Figueira da Foz; Gondomar; Guimarães; Leiria; Lousada; Maia; Monchique; Montemor-o-Novo
Óbidos; Paredes; Paredes de Coura; Pedrógão Grande; Porto de Mós; Póvoa do Varzim; Rio Maior; Salvaterra de Magos; Santarém; Santiago do Cacém; Tavira; Torres Vedras; Trancoso; Trofa; Valongo; Viana do Alentejo; Vila do Bispo; Vila Nova de Famalicão e Vila Real de Sto António.

Na avaliação da semana passada, recorde-se, 90 concelhos ficaram para trás no desconfinamento – 43 num nível laranja e 47 no vermelho, sofrendo agora regras mais restritivas.

Os 47 municípios em risco muito elevado, ou seja, no vermelho, têm mais de 240 casos por 100 mil habitantes (ou 480 se forem concelhos de baixa densidade), devendo por isso obedecer a estas regras.

Com mais de 120 casos por 100 mil habitantes (ou 240 se forem concelhos de baixa densidade), em risco elevado, estão os restantes 43, cujas regras podem ser recordadas aqui. Hoje tudo pode mudar.

Ler Mais




Comentários
Loading...