França: Passe vacinal entra em vigor esta segunda-feira

O primeiro-ministro francês anunciou na quinta-feira que o ‘passe vacinal’ da Covid-19 vai entrar em vigor já a partir de hoje, numa altura em que se prevê um alívio de restrições no país.

O teste negativo deixa de servir de passaporte de acesso e é preciso ter as vacinas em dia. “Todos os franceses com 16 anos ou mais terão que comprovar um calendário completo de vacinação para ir ao cinema, restaurantes e estádios a partir de segunda-feira”, disse Jean Castex .

Mas o alívio está previsto: o passe vacinal estará disponível logo a partir da primeira dose da vacina, a fim de incentivar a vacinação. “Vamos permitir que quem tomar a primeira dose até 15 de fevereiro beneficie do documento válido, sujeito a tomar a segunda dose em 28 dias e fazer um teste negativo em 24 horas”, explicou.

Por fim, “se a epidemia e a pressão hospitalar diminuírem”, o passe vacinal “poderá ser completamente suspenso”, acrescentou o primeiro-ministro.

Na quinta-feira o responsável anunciou também o fim de algumas restrições contra a covid-19 a partir de fevereiro, como teletrabalho obrigatório ou lotação limitada de espaços fechados.

Jean Castex defendeu que a França atravessa “uma fase difícil” devido à quinta vaga da covid-19, mas que as características da variante Ómicron, menos severa do que a variante Delta, fazem com que seja possível acabar já em fevereiro com algumas restrições adotadas no fim de dezembro do ano passado.

“Temos boas razões para esperar uma melhoria sanitária a médio prazo”, assegurou Jean Castex, em conferência de imprensa.

Assim, a partir de 02 de fevereiro, deixa de ser obrigatório o teletrabalho, acabam as limitações à lotação de salas de espetáculo e outros locais públicos, deixando também de ser obrigatório utilizar a máscara no exterior.

Mais tarde, a 16 de fevereiro, voltarão a abrir as discotecas e será novamente possível consumir de pé nos bares, anunciou ainda o Governo.

O fim destas restrições, segundo o primeiro-ministro, acontece porque vai entrar em vigor já hoje o ‘passe vacinal’, aprovado em difícil votação na Assembleia Nacional e no Senado.

Apesar de a França estar a bater recordes de contaminações, com milhares de turmas sem aulas devido à covid-19, o primeiro-ministro adiantou que no final de fevereiro o protocolo sanitário nas escolas será revisto e possivelmente aligeirado, se os dados continuarem a mostrar uma evolução positiva da pandemia.

Ler Mais


Comentários
Loading...