Exército ucraniano admite pela primeira vez ter cedido vila de Soledar à Rússia

A vila de Soledar foi cedida pelo exército ucraniano às tropas russas, reconheceu esta quarta-feira Sergey Tcherevaty, porta-voz da zona oriental da Ucrânia, duas semanas depois do anúncio da sua captura por Moscovo, uma derrota até ao momento negada por Kiev.

“Depois de meses de intensos combates (…) as forças armadas ucranianas abandonaram-na” para “retirar-se para posições preparadas”, explicou, à ‘AFP’, Tcherevaty, recusando-se no entanto a especificar quando ocorreu essa retirada.

A conquista de Soledar foi a primeira vitória russa após vários meses de avanços do exército ucraniano – Kiev sempre minimizou a importância do enclave na região de Donetsk, perto da cidade de Bakhmut, importante centro de comunicações para o abastecimento das tropas ucranianas e palco de violentos combates pelo controlo.

O controlo de Bakhmut, cidade povoada antes da guerra por cerca de 70 mil pessoas, poderá abrir caminho para o exército russo chegar a Sloviansk e Kramatorsk, os principais redutos ucranianos no leste do país. O Grupo Wagner tem sido protagonista do avanço russo, conforme reconheceu o líder pró-russo interino da região de Donetsk, Denis Pushilin.

“Em Artiomovsk (nome russo para Bakhmut) continuam confrontos bastante fortes. As unidades russas, em particular as Wagner, estão a avançar”, afirmou, indicando que “em alguns lugares a luta é na periferia, em outros, nos bairros que até recentemente estavam sob controlo inimigo”. Segundo Pushilin, as forças russas agora procuram cortar as rotas de abastecimento das tropas ucranianas nesta cidade e cercá-las.




loading...
Notícias relacionadas